Lago Faguibine engolfado pelo deserto no Chade: a população forçada ao êxodo

“As consequências nos seis municípios que circundam o lago são dramáticas: a retirada de água causou a cessação da pesca e a queda das atividades pastoris e agrícolas. A areia engole as moradias nas aldeias de Bilal Bancor, Bintagoungou e Mbouna. "

Foi na década de 1970 que o Lago Faguibine, no Chade, começou a secar após longos episódios de seca. Hoje, 50 anos depois, suas extensões de água e os terrenos cultiváveis ​​que a circundam deram lugar a dunas de areia.

Os habitantes, que viviam dos produtos da pesca e da criação, que exportavam madeira e cultivavam cereais, são agora obrigados a partir. Pelo menos metade da população saiu de cena.

Le Comitê Internacional da Cruz Vermelha denuncia "consequências dramáticas" para os 6 municípios próximos ao lago.

“As consequências nos seis municípios que circundam o lago são dramáticas: a retirada de água causou a cessação da pesca e a queda das atividades pastoris e agrícolas. A areia engole as moradias nas aldeias de Bilal Bancor, Bintagoungou e Mbouna. "

Mahamadou Ousmane é fazendeiro. Ele observa o engolfamento do lago pelo deserto e testemunha as tensões que ocorrem entre pastores e fazendeiros.

“Entre pastores e agricultores, não há dia sem conflito. Como o espaço é pequeno, todos querem explorá-lo. Esta é a razão das tensões. "

À medida que o lago seca, um gás escapa do solo e queima as poucas árvores que resistiram, tornando a terra inculta.

Em frente à escola, que está assoreada e fechada, o prefeito está preocupado com outro perigo para a aldeia: o recrutamento por grupos armados.

“É uma escola com cerca de 400 alunos. 400 alunos, isso significa uma geração inteira. Uma geração perdida, uma geração preparada para o êxodo ou para o recrutamento. "

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.