"Fiz um acordo com Deus": Sequestrada por Boko Haram, uma estudante cristã do ensino médio relata seu voo

“Se eu pular e me machucar ou morrer, pelo menos meus pais vão me encontrar aqui ou meu cadáver e me enterrar sabendo que estou morto, ao invés de ir com essas pessoas e nunca ser visto nunca.”. "

Joy Bishara foi uma das garotas do ensino médio sequestrada em Chibok em 14 de abril de 2014 por Boko Haram. Terça-feira, enquanto a International Christian Concern deu uma entrevista coletiva para anunciar o trágico Preço dos Perseguidores do ano, Joy contou como ela escapou de fazer um "Acordo com Deus".

Sete anos depois, Joy se lembra dos sons de tiros e do chão tremendo. Então ela evoca a chegada daquele que ela pensa ser um soldado, já que ele está com o traje. Soldado, que não é outro senão um ativista do Boko Haram.

“Eles começaram a atirar em nós e a nos assustar e a dizer que nos matariam e ninguém faria nada a respeito. Infelizmente, é verdade, ninguém nunca faz nada a respeito. "

Os atacantes incendiaram as classes. À medida que o fogo se espalha, eles reúnem todas as meninas do ensino médio e ordenam que subam nos caminhões, se quiserem salvar suas vidas.

A vida salva, é isso que Joy quer. Ela então pensa em sua mãe e irmãos e se preocupa se eles estão seguros. Joy ora por sua proteção.

No caminhão que a leva de sua escola em chamas, Joy faz "um acordo com Deus".

"Por favor, permita-me ver minha família novamente e eu prometo segui-lo pelo resto da minha vida." "

Cinco minutos depois, a procissão de veículos do Boko Haram para. Um de seus veículos quebrou. Muito longe de uma cidade para roubar outro veículo, os ativistas decidem consertá-lo.

“Enquanto eu estava no caminhão, ouvi uma voz dizer 'pule', então olhei para baixo e foi assustador, é claro. [...] acabei concluindo que mesmo que eu pule e me machuque ou morra, pelo menos meus pais vão me encontrar aqui ou meu cadáver e me enterrar sabendo que estou morto, ao invés de ir. Com essas pessoas e nunca mais ser visto sempre. "

Joy então explica que não quer deixar a mãe na angústia de não saber onde está a filha.

“Seria uma tortura para ela, então decidi pular e morrer. "

Joy pula da caminhonete, cai no chão, percebe que está viva e corre até o fim da noite. Ela então será resgatada por um fazendeiro que a trará de volta para Chibok.

Joy concluiu seus estudos nos Estados Unidos. Em 2017, ela conheceu o então Presidente dos Estados Unidos Donald Trump, que elogiou sua história inspiradora. “Coragem, resiliência e sobrevivência”.

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.