Finlândia estende a mão ao Paquistão após sentença de morte de Zafar Bhatti por blasfêmia

“Aqui na Europa, não há contraste entre as religiões das pessoas em nosso sistema de justiça. Tratamos as pessoas igualmente porque é a coisa certa a fazer aos olhos de Deus e de um ser humano. »

O Agência de notícias ANI revelou na segunda-feira que “a Finlândia condenou o Paquistão por ter condenado à morte um homem acusado de blasfêmia”. Este homem é Zafar Bhatti, um cristão acusado de enviar mensagens de texto blasfemas e detido desde 2012. Primeiro condenado à prisão perpétua, ele acabou sendo condenado à morte em 6 de janeiro pelo Tribunal Distrital paquistanês de Rawalpindi.

Após o anúncio deste veredicto, Mika Niikko, Presidente da Comissão de Relações Exteriores do Parlamento Finlandês, escreveu uma carta a Riaz Fatyana, Presidente da Comissão Permanente de Direito e Justiça da Assembleia Nacional do Paquistão.

“Aqui na Europa, não há contraste entre as religiões das pessoas em nosso sistema judicial. Tratamos as pessoas igualmente porque é a coisa certa a fazer aos olhos de Deus e de um ser humano. Como você sabe, temos muitos muçulmanos aqui na Europa. Trabalhamos para construir a tolerância e a coexistência pacífica. Nós intervimos se os muçulmanos são oprimidos. Violações dos direitos humanos e da liberdade religiosa não podem ser toleradas em nenhum lugar. »

“Se entendi corretamente, há de fato liberdade de religião em sua constituição”, pergunta a carta.

A carta afirma que o Paquistão se beneficia do financiamento da União Européia para apoiar os projetos de desenvolvimento do país e pede a colaboração do Paquistão na promoção da justiça e do avanço dos direitos humanos no mundo.

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.