Europa nega asilo a cristão iraniano

Após a rejeição de seu pedido de asilo, este cristão está agora ameaçado de deportação para o Irã.

De acordo com a ADF International, uma organização de defesa legal baseada na fé que protege as liberdades fundamentais, um marceneiro iraniano de 44 anos que se converteu ao cristianismo teve sua proteção negada na Europa.

Em 2018, aquele que é chamado de HH nos documentos administrativos de pedido de asilo na Alemanha. Diante de uma recusa, ele apelou para o Tribunal Administrativo de Greifswald, que rejeitou o caso alegando que "não era particularmente provável" que um muçulmano decidisse se tornar um cristão depois que seu cunhado fosse torturado e morto e que sua esposa foi maltratada.

HH aprendeu sobre o cristianismo no Irã de seu cunhado, que foi preso por suas atividades na igreja doméstica e depois morto por praticar sua fé na prisão.

Ele assim testemunha sua jornada de fé:

“O irmão de minha esposa se tornou uma pessoa diferente ao se tornar um cristão. Queríamos ver se teríamos esse sentimento quando nos tornamos cristãos. Eu tive muitos problemas no Irã... Eu tinha muitas perguntas, mas não tinha o direito de perguntar. Quando eu fazia perguntas, eu era espancado na escola. Isso me levou a querer saber com que Deus eu estava lutando. Um dia, meu cunhado disse a mim e à minha esposa que tinha boas notícias. Há um tesouro, há um Deus vivo, Jesus Cristo, somos seus filhos e não seus escravos... Ele disse que há salvação gratuita disponível. »

Toda a família de HH eventualmente se tornará cristã e fugirá para a Turquia, depois para a Alemanha.

A ADF International agora afirma que "o Tribunal Europeu de Direitos Humanos rejeitou sua tentativa de apelar da decisão com base em seu direito à liberdade de religião". HH está, portanto, agora ameaçado de deportação para o Irã.

No Irã, ex-muçulmanos que se tornaram cristãos são particularmente visados ​​pela perseguição e propaganda do regime.

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.