Editorial de Camille de 4 de novembro

Na Nigéria, doze cristãos foram assassinados, quatro mulheres e três crianças foram sequestradas em um tiroteio reivindicado pelo Estado Islâmico. 

Éé um ato de violência incrível, uma realidade indizível que é difícil de imaginar. Em qualquer caso, seja na França, Áustria, Nigéria, Níger ou em qualquer outro lugar, o Estado Islâmico continua a causar estragos e matar tanto quanto possível.

Diante desses ataques repetidos, diante do incitamento ao ódio atualmente derramado por muitos países ou líderes muçulmanos, as autoridades muçulmanas na França assinaram uma declaração para condenar os ataques e apelos para boicotar a França no exterior. Também pedem às autoridades que tomem "medidas enérgicas" para que a comunidade muçulmana na França "não se amalgame com os semeadores do ódio".

Os “traficantes de ódio”, acho a expressão bastante apropriada.

Nós, como cristãos, somos chamados a ser pacificadores ", bem-aventurados aqueles que promovem a paz. paz, porque eles serão chamados filhos de Deus ”(Mateus 5: 9), a Bíblia nos diz.

Na França, estamos mais uma vez confinados a conter a segunda onda de Covid-19. Uma pandemia que abusa de nossos cuidadores e da economia de nosso país e que ameaça pequenas empresas, incluindo livrarias.

Para muitos, são tempos incertos, um verdadeiro “ladrão da paz”.

Eu nos encorajo (eu primeiro!) A sermos gentis uns com os outros durante este momento difícil, sejamos pacificadores.

Apoie nossos pequenos negócios, ajude nossos vizinhos, ore pelos enfermos, pegue o telefone para ligar para pessoas solitárias ...

Não hesitemos em manifestar Cristo em nossas ações cotidianas.

Camille Westphal Perrier

 

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.