Egito: Cristãos no Sinai fogem da violência jihadista em massa

Após os assassinatos de vários cristãos coptas no mês passado e a divulgação de um vídeo de propaganda pedindo o assassinato de cristãos no Sinai, dezenas de famílias de cristãos coptas estão fugindo do norte do Sinai, para a localidade de Ismailia, perto do Canal de Suez.


Compartilhe esta imagem no Facebook

Em alguns dias, pelo menos 6 cristãos foram mortos de forma violenta em suas casas ou na rua, como este padre e seu filho Domingo, 19 de fevereiro de 2017. Para os cristãos, mas também alguns muçulmanos que testemunharam essa barbárie e esse êxodo, é uma “migração coletiva forçada”. Eles são “refugiados em seu próprio país”. 24 de fevereiro 250 cristãos já encontraram refúgio na Igreja Evangélica da cidade de Ismailia, mas dezenas de famílias continuam fugindo da violência dos jihadistas. Nabil Choukrallah, diácono e administrador da igreja declara:

“Eles fugiram com os filhos. É uma situação muito difícil. ”

O presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, supostamente ordenou Sábado, 25 de fevereiro, para prestar toda a ajuda necessária para acomodar essas famílias.

Em Ismailia, Nabila Faouzi testemunha do horror que ela acabou de vivenciar para os jornalistas de Rfi:

“Dois homens bateram na porta da casa às 22h30, me perguntaram se eu era cristão, se a família era cristã. Eu respondi sim. Eles foram buscar meu marido e meu filho e atiraram neles, e então queimaram o corpo do meu filho. ”

Os agressores então incendiaram a casa. Os ativistas jihadistas tinham uma lista de 41 sobrenomes cristãos que procuravam.

Desde a demissão pelo exército do presidente islâmico Mohamed Morsi em 2013, o norte do Sinai viu um aumento de ataques mortais perpetrados por jihadistas. Presidente Morsi, embora um muçulmano fosse considerado o “protetor dos cristãos”. Os ataques visam principalmente a polícia, mas também cada vez mais a comunidade copta. Nos lembramos do terrível Ataque à catedral do Cairo dezembro passado, de assassinato de um casal em sua própria casaou o terrível massacre de 20 jovens egípcios coptas e um jovem cristão ganense massacrado e depois decapitado em uma praia na Líbia.

Príons

Compartilhe este vídeo no Facebook

O editorial

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.