Cristãos perseguidos: Open House alerta contra notícias falsas que circulam na internet

A ONG Portas Abertas denuncia várias informações falsas que circulam nas redes sociais e por SMS sobre alegados massacres de cristãos.

A Portas Abertas é uma ONG internacional humanitária cristã evangélica que apóia os cristãos vítimas de perseguição. Em um Comunicado divulgada nesta terça-feira, 21 de setembro, a entidade alerta contra falsas informações "alarmistas" que circulam pela internet e por SMS sobre a Igreja perseguida.

A organização aponta três notícias falsas em particular, que surgem regularmente.

O primeiro diz respeito aos cristãos do Afeganistão. Se eles enfrentam uma ameaça crescente desde o retorno ao poder do Taleban, um assunto que tem sido repetidamente levantado pela InfoChrétienne, informação que sugere que 229 missionários foram condenados à morte no Afeganistão em 15 de agosto, data da captura de Cabul, no entanto, está errado.

Uma “notícia falsa” que, segundo a ONG cristã, efetivamente circula nas redes sociais desde 2009, época em que o Taleban ainda não estava no poder e que provocou a sentença de morte de 22 missionários. A organização especifica que por trás dessa "fraude sinistra", existe um fundo de verdade. Trata-se do sequestro em 2007 de 23 missionários sul-coreanos e da execução de dois deles.

A segunda informação falsa denunciada pelo Portas Abertas é um vídeo em que vemos várias pessoas deitadas no chão em sacos plásticos.. A legenda do vídeo indica que é sobre missionários cristãos no Afeganistão que foram assassinados por causa de sua fé. Na verdade, revela a ONG, é uma manifestação contra o governo na Colômbia filmada em maio de 2021.

A terceira notícia falsa apontada pela organização é um e-mail que circula desde 2011 pedindo orações pela Igreja na Índia que seria perseguida por extremistas budistas. “Extremistas budistas na Índia incendiaram 20 igrejas na noite passada. Esta noite eles planejavam destruir 200 igrejas na província de Olisabang. Eles planejam matar 200 missionários nas próximas 24 horas ”, dizia o post. Em primeiro lugar, como o Portas Abertas esclareceu, a província de Olisabang não existe.

Então, se os cristãos são realmente perseguidos na Índia, um assunto que surge regularmente em nosso site, são os nacionalistas hindus e não os budistas que estão na origem dessas perseguições.

Informações que seriam inspiradas pelo massacre de Khandamal em 2008, onde “100 cristãos foram mortos, 300 igrejas e 6.000 casas de cristãos foram danificadas. 55.000 pessoas ficaram desabrigadas. »Diz Portas abertas. Uma onda de violência causada pelo assassinato de um líder hindu perpetrado por maoístas segundo a organização, mas da qual os cristãos foram acusados.

Isso nos lembra da importância de verificar nossas fontes e ficar atentos ao modo como nos informamos.

Na InfoChrétienne, não somos perfeitos, estamos errados ou podemos estar errados às vezes, mas fazemos o nosso melhor para lhe trazer informações confiáveis. “Informar, incentivar, edificar, mobilizar” é o nosso lema.

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.