Editorial de Camille de 15 de dezembro: Nossa ajuda está nele

A cidade de Mayfield, nos Estados Unidos, foi a mais devastada das cidades afetadas pela os trinta tornados que atingiram cinco estados americanos na noite de sexta a sábado.

Uma fábrica de velas Mayfield foi literalmente varrida pelo tornado. Embora lamentemos a morte de pelo menos 8 pessoas, várias outras estão presas sob os escombros. Entre eles, o cristão Mark Saxon, casado e pai de 5 filhos. Em meio ao caos, ele conseguiu falar com sua esposa por telefone e juntos oraram.

Pela graça de Deus, esta história teve um final feliz, para saber mais, vá para o artigo em questão.

Notícias que nos lembram que mesmo nos momentos mais difíceis da nossa existência podemos contar com Deus porque a nossa ajuda está nele. 

Um lembrete muito necessário ao ler outras notícias do dia que nos convida a dar uma olhada na situação dos cristãos perseguidos na Nigéria e em Mianmar.

Numerosas reações seguiram-se à decisão do Departamento de Estado dos EUA de remover a Nigéria da lista de Países de Preocupação Especial para a Liberdade Religiosa. A mais recente é a iniciativa do ministério cristão inter-religioso, Release International. A organização pede que o país seja reclassificado a fim de pressioná-lo por parte da comunidade internacional.

Ela denuncia uma "guerra em câmera lenta" no país, alegando que "mais cristãos estão sendo mortos lá do que em qualquer outro lugar na face da Terra".

De acordo com a agência de notícias Chindwin, as tropas da junta militar birmanesa destruíram várias igrejas no estado de Chin, em Mianmar. Uma fonte da mídia, que deseja permanecer anônima, também relata minas antipessoal depositadas em terrenos da igreja. Minas que impedem todo o acesso aos locais destruídos.

Dois pastores também foram mortos no estado de Chin em 11 e 12 de dezembro.

Por fim, o editorial de hoje termina com a França. Na França, não podemos falar de perseguição às religiões, mas sim de atos anti-religiosos.

Ontem o Ministro do Interior, Gérald Darmanin, falou sobre os números do ano de 2021.

Assim, identificamos quase 1.400 atos anti-religiosos na França, uma diminuição de 17,2% em relação a 2019, enquanto os atos anti-muçulmanos aumentaram 32%. No entanto, os cristãos são os mais afetados, com 686 atos anticristãos registrados em 2021.

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.