1 milhão de pessoas deslocadas pela seca na Somália

“A fome agora assombra todo o país. Vemos cada vez mais famílias forçadas a desistir de tudo porque literalmente não há água ou comida em suas aldeias. »

Se, em abril passado, pessoas 745 000 expulsos de suas casas pela seca na Somália, agora são 1 milhões, de acordo com dados anunciados pelo ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados e o Conselho Norueguês para Refugiados (NRC).

Para Mohamed Abdi, Diretor Nacional do NRC na Somália, "este marco de um milhão serve como um grande alarme para a Somália".

“A fome agora assombra todo o país. Vemos cada vez mais famílias forçadas a desistir de tudo porque literalmente não há água ou comida em suas aldeias. O financiamento da ajuda deve ser aumentado urgentemente antes que seja tarde demais. »

De acordo com o NRC, a Somália está passando por uma seca histórica de dois anos. Inédito há mais de 40 anos.

Dom Giorgio Bertin é Administrador Apostólico de Mogadíscio desde 2001. Ele testemunha esta catástrofe humanitária com Rádio Vaticano. "A situação no país é obviamente dramática", disse ele. Os deslocados estão se refugiando nas periferias das grandes cidades. o Caritas trabalha lá ao lado de organizações somalis para ajudá-los. Providencia o abastecimento de alimentos aos deslocados, fornece ajuda de emergência, nomeadamente tendas, redes mosquiteiras, cobertores, facilita o acesso à educação ou mesmo aos cuidados de saúde.

MC

Crédito da imagem: Shutterstock.com/sntes

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.